27 janeiro, 2014

Talvez eu seja um Lestat da Vida...

 Hello!!!
 Esse texto é um dos que eu estou resgatando do meu antigo blog.Da época que o escrevi até agora,muita coisa já mudou e eu não me sinto tanto assim,mas continuo com essa mesma opinião.
  Eu vivo cercada de amigos,mas de repente eu me vejo sozinha.Acontece que as pessoas começam sendo meus amigos e com o tempo já nem suportam falar comigo.E tem aquelas que me esquecem de vez,e nunca mais me dá nem um oi.
  Ás vezes eu acho que tenho o dom de aprisionar as pessoas à minha amizade,mas um dia elas se libertam de mim,e vão embora para sempre.
Eu sou tão insuportável assim?É tão difícil conviver comigo?
  Dizem que sou estranha,isolada,chata,insuportável e que eu encho o saco de todo mundo.Ainda acrescentam que eu sou insensível e que e que eu às vezes magoo as pessoas.
  Eu adquiri esse dom por ter sido magoada um dia por essas mesmas pessoas.Mas a única coisa que eu queria,era ter pelo menos um amigo (a) que fosse realmente um amigo leal,confiante e que vivêssemos aventuras juntos.
  Eu e Lestat nos daríamos muito certo ,é por isso que eu digo que sou casada com ele ♡,pois temos muito em comum.Vagamos por aí,à procura de companhia.Somos sombrios e maus para algumas pessoas,mas só fazemos o que nos faz sentido.
 “Dentro de todo super-herói há um monstro escondido”...é por isso que eu tenho dificuldade de acreditar em qualquer rostinho bonitinho que me aparece.Tem gente que não respeita minhas opiniões frias e racionais.Por conta disso dizem que eu sou um Lestat da vida;irônica,sarcasticamente sombria,fora dos padrões,mas que tem um lado bom que dificilmente é notado.
 ____________________
Comentário da Tary:
Tary Belmont 25 de abril de 2013 02:40
Gata, quanto mais te conheço mas me lembro de eu antigamente. Eu sempre sofri bullying na escola, e por isso durante um tempo fui muito fechada e sem amigos. Mas com o tempo fui conhecendo certas pessoas, dois em especial, que agora se mudaram para longe mas ainda mantenho contato, comecei a ficar mais sociavel. Depois mudei de escola e fiz amizades lá e fiquei mais sociavel também, porem, esse "novos" amigos já não tenho muito contato. A mudança real foi ano passado, porque eu QUIS mudar, quis sair mais e conhecer pessoas, tenho muito amigos, mas nem todos proximos. Isso faz parte, amizades vem e vão, tem sempre umas 5 que voce pode considerar mas elas podem ir mudando com o tempo também.
Você conhece mais roqueiros? Se não, isso pode ser um ponto importante, na miha época de reclusão eu me sentia sozinha e unica no mundo, ano passado conheci uma galera imensa e lugares na minha cidade onde costumam colar gente assim, e o pior, é que na verdade eu já conhecia eles, só não havia dado muito importancia.
As vezes é bom se afastar. Mas se o problema é falta se sensibilidade de sua parte, tomar cuidado com a lingua ajuda também, falo por experiencia propria XD
Voce pode encontrar pesoas que te entenda melhor, tem "uma galera" é sempre bom para distrair. Mas nem sempre uma galera pode ser tão proxima, as amizades mais proximas são aquelas que descem do nada.
Bites!
__________________
E eu sempre vou continuar reclamando...hahaha


Comente com o Facebook:

25 comentários:

  1. O problema da amizade é só um: raramente ela supera nossas expectativas. Quanto mais crítico, intrigante e constante for o homem, mais difícil se torna manter amigos, ou fazer amizades. Por que? ´Porque esperamos que nosso "amigo" seja uma soma, ou algo impar. Queremos que sejam pessoas com basicamente as mesmas características e gostos que possuímos. Por mais que digamos aos ventos: "os opostos se atraem", no fim, o sucesso em uma amizade depende muito até onde o outro concorda e vai com a gente. Cada indivíduo é um indivíduo único: não há outros por aí. E por sermos tão diferentes, não raramente, desistimos uns dos outros. Deixamos de ligar, deixamos de chamar....Enfim, deixamos pra lá!
    As pessoas que dizem que tem amigos, mentem, pelo menos, a maioria delas. Ter um grupo pra sair ou se divertir não significa ter amizades. Ter uma rede social com 1000 seguidores não é ter amizades.
    Amizade é coisa rara e muito difícil. Geralmente é encontrada entre pessoas que se conhecem desde a infância, porque nessa época, não nos importamos com as diferenças. São pessoas que brigam muito, que vivem dizendo: "Tu sempre foi besta né? Num vai mudar nunca!" São pessoas que ficam 3 anos fora da vida um do outro, mas quando se encontram é como se nunca tivessem saído da vida um do outro.
    Eu tenho uma amiga de infância. Ela é a única amiga que eu tenho. E nem vou te falar que ela é minha amiga porque temos afinidades, pois não temos quase nenhuma. Ela seguiu caminho diferente do meu, ela não sabe nada sobre os assuntos que eu goto, como artes, músicas...Ela é clara e calma e eu sou inconstante e impaciente. Mas ela é a primeira pessoa que eu penso quando quero falar com alguém. Ela é como uma irmã que mora em cidade diferente. Mas se fosse para eu construir uma amizades com ela hoje em dia, é pouco provável que eu não teria sucesso. Não nos suportaríamos. O que nos une é o fato de termos conhecido uma a outra em uma época em que éramos puras e sinceras, que foi na nossa infância. Ou seja, ela conhece a verdadeira Sabrina e eu conheço a verdadeira Fabiana. Os demais seres humanos não conseguem ver a Sabrina que ela vê. Por isso somos amigas há mais de 15 anos.
    A verdade é que, a medida que nos tornamos adultos, colocamos exigências demais e milhares de imposições pra deixar alguém ser nosso amigo. Fazemos uma espécie de avaliação, uma entrevista. Nos preocupamos muito com que o outro tem a nos oferecer e pouco paramos pra pensar em oferecer algo, ou abrir as portas incondicionalmente. Medo de nos machucar, medo de nos envolver....
    Omg, eu já escrevi um testamento...me desculpa aí Emily!
    Tromba de Elefante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente nossos amigos são os de infância,mas eu já perdi o contato com todos eles.Concordo com o que você disse que passamos a ser mais exigentes e acabamos querendo escolher demais as amizades e querer ficar formando grupinhos particulares.

      Excluir
  2. Realmente “Dentro de todo super-herói há um monstro escondido”... Todos me conhecem como a boazinha que ajuda todos mundo, que é um anjo e a bobinha mais fácil de enrolar. Ao contrrio de você, todos conhecem meu lado bonzinho, e quanto me sobe algo a cabeça e fico puta com algo que não concordo, já me criticaram de ignorante, chata, metida. A vida é assim, as pessoas querem que nós sejamos como elas BEM QUEREM. Quando mostramos noas virtudes ok, mas quando aparecem os defeitos (que não considero defeitos e sim personalidade própria e forte) a galera vem falar que a gente não presta. As vezes queria ser assim como você, melhor do que ser rodeada de um monte de paga pau que na primeira oportunidade de esfaqueiam pelas costas. Mas esquenta não, apenas viva, seja quem você é e o resto que se foda. E em relação a amigos, fica sossegada que os verdadeiros realmente são poucos e raros. Digo por experiência própria das tapas que levei na cara.

    http://eticeteracoisaetal.blogspot.com.br/
    http://youtube.com/brunaahelayne

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Teve uma época que eu era assim também e todos me achavam ingênua,mas aí eu deixei de ser boba e parei de deixar as pessoas se aproveitarem da minha bondade.

      Excluir
  3. Sabe as pessoas costumavam falar isso de mim hoje é muito estranho encontrar alguns amigos do passado e descobrir que não temos mais nada em comum, eu posso dizer que na minha vida cotidiana só tenho apenas uma amiga verdadeira a qual considero como irmã, é a unica pessoa que eu posso ficar tempo sem conversar e parece que quando nos encontramos nada mudou, pelo contrario temos mais assuntos para conversar e como se a nossa mente fosse conectada.
    Ainda hoje eu não gosto muito de pessoas mas aprendi a conviver com elas e não me prender demais a elas, houve uma época em que eu pensava porque e não tenho amigos e queria agradar a todos e acabei me ferrando.
    Mas, acredite sempre tem uma pessoa que você pode contar.
    Bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu ainda tenho que aprender a não me prender nas pessoas,eu ainda tenho essa dificuldade de achar que elas precisam de mim.E eu também já quis agradar todo mundo pra ter amigos e só piorou as coisas.

      Excluir
  4. Isso acontece muito comigo. Uma hora a pessoa é super sua amiga e do nada as pessoas se afastam de você. E isso inclui nem falarem um oi quando te encontram na rua. Algumas pessoas se afastam por não ter tempo, e as vezes isso te irrita e você mesmo acaba se afastando. Sei lá. é muito complicado.
    Adorei as imagens que você usou no post *--*

    http://colorful-mushrooms.blogspot.com.br/

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu acho muito estranho quando vejo alguém na rua que já foi meu amigo e hoje em dia nem me cumprimenta,mas é desse jeito né...

      Excluir
  5. Boa tarde! Tudo bom?
    Oh Lestat... ♥
    Obrigada pelo comentário e pela visita lá no meu blog.
    Volte sempre! <3
    www.espinhapunk.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu tbm concordo com você em alguns pontos, me sinto da mesma forma *_*
    Bjos

    Papo Garota

    ResponderExcluir
  7. Imagino como voce se sente, pois eu também me sinto assim. As pessoas começam falando comigo e dizem que nunca vão me abandonar e com o passar do tempo descubro que é tudo mentira! Não consigo entender o que há de tão errado comigo que faz as pessoas me trocarem. Sempre acabo sofrendo muito com isso! É terrível olhar para uma pessoa que á pouco tempo era seu melhor amigo e perceber que voce não faz falta na vida dessa pessoa e voce é como um desconhecido pra ela... E eu ja estou tão acostumada em ser abandonada que acabo abandonando antes que ela me abandonem, e ninguém nunca corre atrás...Ninguém nunca sente minha falta!

    Amei sua postagem <3

    littlebaddreamers.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também sofro muito quando vejo que não faço falta na vida da pessoa que eu considerava amiga,a verdade é que só me procuram quando precisam.Então acho que é melhor se afastar mesmo!

      Excluir
  8. Gostei do texto, acho que me recordo um pouco de alguns trechos, em partes concordamos uma com a outra ^^ ah, adoro o filme entrevista com o vampiro \õ/ haha <3 beijoos!

    ResponderExcluir
  9. bom nao entendi muito o sentido da postagem
    nem sei qual é o personaem que vc citou por isso fica um pouco complicado acompanhar o raciocinio


    paraomaridinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. concordo em algumas coisas

    Bjuuu
    Juliana Medeiros
    umabonecamasnaodeporcelana.blogspot.com.br
    facebook.com/UmaBonecaMasNaoDePorcelana

    ResponderExcluir
  11. lestat é um personagem bem confuso, hein? mas gostei bastante do texto!

    beijos! http://sugar-dance.org/blog

    ResponderExcluir
  12. Adorei o texto, e ate me identifiquei em algumas partes!
    Beijos | www.doseujeito.tk

    ResponderExcluir
  13. Não te conheço pessoalmente mas vc parece uma pessoa muito legal, talvez vc é somente incompreendida pelo fato de ter um estilo diferente e ser diferente, mas não ligue para isso pois se as pessoas se afastam de vc é pq não são seus amigos de verdade que te aceitam exatamente do jeito q vc é! Ahhhh Lestat tbm amo ele ♥ kkkk principalmente na versão Lestat roqueiro do filme Queen Of Damned rs. Beijos.

    Blog Milla's World | Facebook | Youtube

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A maior dificuldade das pessoas é se aceitarem como são né,e hoje eu agradeço a Deus por ter me mostrado que essas pessoas não prestavam pra mim e não acrescentam nada.

      Excluir
  14. Eu também me sinto um pouco assim. Não consigo me encaixar em nenhum grupo. Parece que não pareço com ninguém ):
    Vamos nos casar com o lestat então o/ HAHA

    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe...hoje em dia eu até prefiro não conseguir me encaixar em grupo nenhum,acho que é isso que nos torna diferentes e essa história de grupinhos é pior ainda pois acabamos querendo,ou não nos limitando a participar somente do grupo em particular.

      Excluir
  15. Gostei muto do texto, em certas partes, eu me identifico com você ^^ Pois, tenho amigos ótimos e me dou super bem com eles. ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Também me identifico um pouco contigo!
    Adorei o texto! *-*
    Obrigada pelo carinho, e desculpa a demora pra retribuir a visita! :)
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Em minha vida eu criei um muro ao inves de pontes, fui muito maltratada por pessoas que eu andava, nem ouso chamar de amigos, eram meros conhecidos que eu andava e por isso me isolei, amiga mesmo só tenho uma, que é desde os 2 anos, o restante são apenas conhecidos que já espero um dia sair da minha vida.
    Sou chata demais, não saio para balada, odeiooo, não consigo ficar em um local cheio onde ouço várias pessoas ao mesmo tempo falando, gosto de locais calmos e um filme básico, isso afasta muitas pessoas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também fui muito maltratada pelas pessoas que eu considerava "amigos",e com o tempo fui me isolando.Hoje em dia eu também prefiro ficar em lugares calmos,ler livros e essas coisas que me desligam dessas pessoas,também detesto baladas viu...

      Excluir

Copyright © 2014 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo